Notícias

POSSE DE PAULO AMADO NA ACADEMIA SERGIPANA DE LETRAS

20200826181056_5f46cfe0cf664.jpg

 

No dia 01 de agosto de 2018,  nas dependências do espaço Selma Duarte Eventos, em Aracaju, tomou posse na Cadeira de Número 06 da Academia Sergipana de Letras, o Médico e Escritor Paulo Amado Oliveira.
 
Natural do Município de Estância-SE, aos trinta dias de agosto de 1950, é graduado em Medicina e Especialista em Medicina do Trabalho pela Universidade Federal de Sergipe. Ao longo anos, construiu uma sólida carreira, tendo disso assessor de saúde do CECAC/UFS, assistente médico do FUNRURAL em Sergipe, secretário de Medicina Social e coordenador de Promoção de Saúde do INAMPS, com especialização ainda em alergia e imunologia. Foi médico do Trabalho da Nitrofertil e da Petrobrás, na condição de assessor de saúde ocupacional da Fafen/SE.
 
Na Universidade Federal de Sergipe, foi Professor ou coordenador de cursos de pós-graduação em Medicina do Trabalho, Enfermagem do Trabalho, Saúde Ocupacional e Engenharia de Segurança do Trabalho. E na Escola Técnica Federal de Sergipe, Professor do curso de Técnico de Segurança do Trabalho.
 
Ocupou cargos importantes, tais como o de corregedor e vice-presidente do Conselho Regional de Medicina de Sergipe. Foi também secretário da Sociedade Médica de Sergipe. É membro da Academia Sergipana de Medicina, onde ocupa a cadeira de número vinte, que tem como patrono o Dr. José Thomaz D’Avila Nabuco, desde 2008 e da Academia Estanciana de Letras, além de ser Sócio Efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe.
 
Coube ao Acadêmico José Anderson Nascimento proferir o Discurso de saudação, que além de elencar as informações acima, destacou aspectos de sua trajetória familiar, religiosa e cultural. Em seu discurso de posse, o Acadêmico Paulo Amado fez menção aos que o antecederam, a exemplo do escritor Gilberto Amado, na Cadeira de Número 06, cujo patrono é Gumercindo de Araújo Bessa, também fez uma homenagem especial ao seu antecessor, o Acadêmico José Amado Nascimento, cujos familiares se fizeram presentes. 
 
Também fez uso da palavra, o Acadêmico Lúcio Prado Dias, que falou em nome da Academia Sergipana de Medicina e da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores.
 
Foi uma solenidade bastante concorrida, contando com a presença da maioria dos acadêmicos da Academia Sergipana de Letras, de membros do Movimento Cultural Antônio Garcia Filho (MAC) e das demais academias de letras. Entre as autoridades que se fizeram presentes, destaque para o Desembargador Dr. Artêmio Barreto e o Sr. Augusto Gama, Secretário de Estado da Cultura de Sergipe.
 
O Acadêmico Paulo Amado foi homenageado pela Escola de Danças Vivarte, que deu ênfase a diversos aspectos da cena cultural da cidade de Estância.

20200826181056_5f46cfe0de91a.jpg