O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player





Selecione uma letra ao lado!
Verbetes R

 

RAPHAEL DE MELO SAMPAIO
Nasceu em 20 de agosto de 1930, filho de Frederico Sampaio e Maria Consuelo Melo Sampaio. Formou-se pela Faculdade de Medicina de Sergipe em 1971. Atuou como clínico geral inicialmente nas cidades de Japaratuba e Capela. Depois transferiu-se para Aracaju, integrando o quadro de médico do Instituto de Previdência do Estado de Sergipe - IPES, do qual foi Supervisor Hospitalar e Diretor Médico na gestão de Eraldo Aragão. Na Secretaria de Estado da Administração, na gestão de Yolando Macedo, implantou o Serviço Médico do Estado hoje Perícia Médica Oficial do Estado de Sergipe, integrando a sua primeiro equipe de peritos, ao lado de Salvador Matos, Francisco Façanha e José Hudson Figueiredo. Foi Membro da Comissão Estadual de Insalubridade e Periculosidade. Atualmente participa do Programa de Saúde da Família na cidade de Gararu.

 RAMIRO URQUIETA PAZ
Nasceu em 26 de maio de 1941, em Catavi, na Bolívia, filho de Julio Urquieta Rodriguez e Francisca Paz Rosales. Formou-se pela Faculdade de Medicina de Pernambuco em 8 de dezembro de 1968. Atuou em Propriá/SE, na especialidade de ginecologia. Faleceu em 14 de agosto de 1973, com 32 anos.


RANULPHO HORA PRATA
Nasceu em 4 de maio de 1896 em Lagarto/SE, filho de Felisberto da Rocha Prata e Ana de Vasconcelos Hora. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1919. Clinicou em Aracaju, onde organizou um gabinete radiológico, no governo de Graccho Cardoso. Radiologista do Hospital de Cirurgia. Jornalista e escritor. Escreveu a monografia “O valor da radiografia no esqueleto e no diagnóstico da sífilis congênita”. Atuou em São Tomás de Aquino/MG, depois transferiu-se para Mirassol/SP e em seguida para Santos/SP. Pai do professor doutor Paulo Prata, cirurgião pela Faculdade de Medicina da USP, idealizador e fundador do Hospital de Câncer de Barretos. Fundador e patrono da cadeira sete da Academia Sergipana de Letras. Escreveu, entre outros, o livro "Lampião", notável documentário sobre a vida do célebre cangaceiro nordestino, “O Triunfo”, “Dentro da Vida” e “Navios Iluminados”. Faleceu em 27 de dezembro de 1942, em São Paulo/SP , com 46 anos.

RAUL DE FREITAS MELRO
Nasceu em 14 de agosto de 1889 em Gararu/SE filho de Joaquim de Freitas Melro e Maria do Valimento de Freitas Melro. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 20 de dezembro de 1913 defendendo a tese “Anemia do tipo clorático na 1ª infância”. Atuou em São Paulo, Santa Catarina e Alagoas, professor de histologia do Instituto Politécnico em Florianópolis/SC.

RAUL FERNANDO BARRETO ROLLEMBERG
Nasceu em 20 de outubro de 1947, em Aracaju/SE, filho de Raul de Faro Rollemberg e Natália Sobral Barreto Rollemberg. Formou-se pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Federal de Sergipe em 1972. Exerceu a especialidade de clínica neurológica e exerceu atividades políticas tendo sido prefeito da cidade de Divina Pastora/SE. Faleceu em 26 de abril de 2007, em Aracaju/SE , com 59 anos. Sepultado no Cemitério Santa Isabel, Aju/SE.

RAUL HENRIQUE SCHMIDT
Nasceu em 10 de dezembro de 1880 em Maruim/SE, filho de Luiz da Costa Schmidt e Maria Barbosa do Amaral Schmidt. Formou-se inicialmente em farmácia, em 1900 e depois em medicina, em 1905, na Faculdade de Medicina da Bahia, defendendo a tese “Do valor da radioterapia no tratamento das afecções cutâneas”. Deixou a clínica para dirigir sua farmácia, chamada Drogaria Caldas, a primeira de Salvador. Foi sócio do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe/SE. Faleceu em 27 de agosto de 1965, em Salvador/BA. Sepultado no Cemitério Campo Santo, Salvador/BA.

RENATO MAZZE LUCAS
Nasceu em 16 de abril de 1919, em Pojuca/BA, filho de Raymundo Lucas Leão e Petrina Mazze Lucas. Seu avô paterno, Caetano Lucas Leão, veio direto da Itália para residir em Mangue Seco. Seu avô materno, também italiano, residia no povoado Terra Caída em Sergipe, às margens do rio Indiaroba. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 4 de dezembro de 1943. Depois de formado veio exercer a medicina em Sergipe, inicialmente em Japaratuba e Aquidabã e a partir de 1945 em Itabaiana, onde residiu por dez anos. A partir de 1955 transferiu-se para Aracaju, onde enveredou pelo campo da psiquiatria. Em 1956 fez o curso de “Psiquiatria e Higiene Mental” no Hospital Pedro II, no Rio de Janeiro. Membro da Academia Sergipana de Letras e autor de dois ensaios: “Anum Branco” (1961), e “Anum Preto” (1967). Patrono da cadeira trinta e dois da Academia Sergipana de Medicina. Faleceu em 13 de dezembro de 1985, em Aracaju/SE, com 66 anos. Sepultado no Cemitério Santa Isabel, Aju/SE.


ROBERTO BEZERRA RIBEIRO
Nasceu em 26 de setembro de 1950, em Aracaju/SE, filho de Abdon Ribeiro e Albertina Bezerra Ribeiro. Formou-se pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro em 10 de dezembro de 1975. Fez Residência Médica em gastroenterologia no Hospital Pedro Ernesto, nos anos de 1976 e 1977. Clínico e gastroenterologista. Fundou o Centro de Urgências Médicas Ltda – UM. Faleceu em 11 de agosto de 1999, em Aracaju/SE, com 48 anos.

ROBERTO JOSÉ BAHIA FONTES -  nasceu em 21 de dezembro de 1934 em Salvador/BA, filho de José Cerqueira Fontes e Celina da Silva Bahia Fontes. Formou-se pela  Faculdade de Medicina da Bahia em 30 de novembro de 1961. Fez cursos de especialização em  oftalmologia, medicina do trabalho e medicina do tráfego, atendendo na cidade de Estância/SE. Foi Chefe do Serviço de Medicina Social do INAMPS e da Unidade Sanitária da Fundação SESP. Presidiu o Lions Clube, o Estanciano  Futebol  Clube e foi prefeito municipal de Estância. Diversificando as atividades médicas, das quais nunca se afastou, tornou-se pecuarista. Entre as distinções recebidas, a Medalha de Honra ao Mérito concedida pelo CRM-SE pelo exercício profissional e a Comenda “Pedro Homem da Costa” pelos relevantes serviços prestados à comunidade de Estância. Permanece com atividade médica regular na cidade de Estância, onde reside.

ROBERTO JOSÉ DA PAIXÃO
Nasceu em 4 de fevereiro de 1948, filho de José da Paixão e Francisca de Souza Paixão. Formou-se pela Faculdade de Medicina da UFS em 1973, atuando como cardiologista, especializando-se depois na área de cateterismo cardíaco. Foi professor da Universidade Federal de Sergipe e exercia suas atividades profissionais nos Hospitais São Lucas, Cirurgia e em consultório particular. Foi um dos pioneiros na especialidade de Cardiologia Intervencionista (Hemodinâmica) no Estado. Em 19 de novembro de 1981 realizou o primeiro cateterismo cardíaco de Sergipe no serviço de Cardiologia do Hospital de Cirurgia. Faleceu em 21 de janeiro de 2009, em São Paulo/SP, onde se submetia a tratamento médico, com 60 anos. Sepultado no Cemitério Colina da Saudade, Aju/SE.

ROOSEVELT DANTAS CARDOSO DE MENEZES
Nasceu em 16 de março de 1913, em Laranjeiras/SE, filho de João Cardoso de Menezes e Raquel Dantas de Menezes. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 1939. Exerceu a profissão em Itaporanga d’Ajuda/SE. Em 1940 passou a atuar no Hospital de Cirurgia, criando o primeiro banco de sangue do Estado. Em 1941 ingressou na política elegendo-se Prefeito de Itaporanga. Exerceu diversos cargos, destacando-se na presidência do SAMDU (1954-1962). Foi Prefeito de Aracaju de 1955 a 1959 e conduziu as festividades alusivas ao centenário de fundação da cidade (1955). Organizou o Congresso Eucarístico. Patrono da cadeira trinta e três da Academia Sergipana de Medicina. Faleceu em 1995, com 82 anos. Sepultado no Cemitério São Benedito, Itaporanga/SE.

ROSENDO CONSTANCIO DE SOUZA BRITO
Nasceu em 5 de junho de 1814, em Salvador/BA, filho de Manoel Joaquim de Souza Brito e Constância Perpétua Cunha, formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 9 de novembro de 1836. Atuou em Sergipe na Junta de Higiene a partir de 1858. Trabalhou em Penedo/Al em 1837-1838 e em Rosário do Catete/SE em 1839, onde tinha uma farmácia. Faleceu em Rosário do Catete/SE, em 17 de outubro de 1875 com 61 anos.

 

   VENDAS:

  SOMESE ( 79-3211-9357)

  LIVRARIAS ESCARIZ
  (Shopping Jardins e Riomar)

  BANCA DO MINI'GOLF


   CAFÉ DO MUSEU (79 3041-0692 )

   Pálacio-Museu Olímpio Campos-
   Pça.Olímpio Campos, s/n – Centro. Telefone:


  Sugestões de verbetes,
  correções, adendos ou críticas
.


 
Mande sua mensagem, crítica e sugestão
   
Nome
Email:
Assunto
Mensagem
Anexo
 

 Copyright©2009 – Antonio Samarone de Santana, Lúcio Antonio Prado Dias e Petrônio Andrade Gomes.
 TODOS OS DIREITOS DESTA EDIÇÃO RESERVADOS AOS AUTORES
 Proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio ou processo, com finalidade de comercialização
 ou aproveitamento de lucros e vantagens, com observância da Lei de regência.
 Poderá ser reproduzido texto, entre aspas, desde que haja expressa menção dos nomes dos autores, título da obra, editora, edição e paginação.
 A violação dos direitos de autor (Lei 9.610/98) é crime estabelecido pelo artigo 184 do Código Penal.