O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player





Selecione uma letra ao lado!
Verbetes D

DANIEL CAETANO DA SILVA CAMPOS JR

Nasceu em 25 de maio de 1855 no engenho Feiticeira, município de Capela/SE, filho de Daniel Caetano da Silva Campos e Antonia Pinto da Silva Campos. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 17 de fevereiro de 1882 defendendo a tese “Fisionomia clínica das moléstias inflamatórias agudas complicadas de malária”. Estabeleceu-se como clínico em Aracaju, professor do Atheneu Sergipense, Inspetor de Higiene no primeiro governo de Oliveira Valadão (1896) e no Governo Olimpio Campos (1899 a 1902), deputado estadual constituinte por várias legislaturas, presidente da Assembléia e nessa condição chegou a ocupar o cargo de governador de abril a julho de 1898. Foi fundador da primeira associação médica do Estado, a Sociedade de Medicina de Sergipe, em 1910. A entidade, entretanto, teve duração efêmera, sendo extinta um ano depois. Faleceu em 8 de fevereiro de 1922, em Aracaju/SE , com 67 anos.


DAVINO NOMYSIO DE AQUINO
Nasceu em 8 de dezembro de 1850, em Propriá/SE, filho do Major Manuel Thomaz de Aquino e Clara Maria de Mello Aquino. Formou-se pela Faculdade de Medicina na Bahia em 18 de dezembro de 1880, defendendo a tese “Feridas envenenadas”. Republicano histórico, foi o primeiro sergipano a casar-se no civil, como forma de prestigiar a nova modalidade de casamento, criada pelo Decreto 181, de 24 de janeiro de 1890. Foi deputado estadual na legislatura de 1888 a 1889, presidente da Assembléia Legislativa e Intendente de Propriá/SE. Inspetor de Higiene (Secretário da Saúde). Inspetor de Saúde do Porto. Clinicou em Propriá/SE. Colaborou para os jornais “O Collegial”, “O Lynce”, “O Liberal” (Maceió/AL) e “União Liberal” (Própria/SE). Faleceu em 2 de abril de 1903, em Aracaju/SE, com 53 anos.

DELSO BRINGEL CALHEIROS
Nasceu em 4 de fevereiro de 1926, em Santo Antonio do Rio Madeira/AM, filho de Guilherme Calheiros da Silva e Zenaide Bringel Calheiros. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 1950. Aprovado em concurso para médico do Serviço de Saúde do Exército e dermatologista do IAPC. Fez estágios na cadeira de dermatologia da Faculdade de Medicina da Bahia e atuou no Hospital Getúlio Vargas, em Salvador/BA. Atuou no SESI e foi médico dermatologista no Hospital de Cirurgia. Foi um dos fundadores da Faculdade de Medicina de Sergipe, lecionando a disciplina de dermatologia. Foi médico dermatologista do Dispensário de Lepra e Ambulatório de Dermatologia do Departamento de Saúde Pública de Sergipe. Reside atualmente em Aracaju.

DEMÓCRITO DE BITTENCOURT CALASANS
Nasceu em 23 de agosto de 1861, em Santa Luzia do Itanhy/SE, filho de João José de Bittencourt Calasans e Constança Maria Amália. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 8 de dezembro de 1888, defendendo a tese “Formas clínicas do impaludismo agudo”. Trabalhou em Belmonte/BA por 24 anos, radicando-se depois em Salvador/BA, quando deixou a medicina. Faleceu em 19 de novembro de 1934, em Feira de Santana/BA, com 73 anos.

DENITÉRIO HÉRCULES DA SILVEIRA
Nasceu em 10 de novembro de 1860, em Maruim/SE, no antigo Engenho Boa Hora, filho do Major Hércules Antônio da Silveira e Maria Isabel da Silveira. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 23 de dezembro de 1885, defendendo a tese “Retenção da urina e meios de a remediar”. É patrono da cadeira nove da Academia Sergipana de Medicina. Por mais de 40 anos exerceu suas atividades médico-clínicas e obstétricas na cidade de Maruim/SE onde faleceu em 20 de julho de 1927, com 87 anos. Sepultado no Cemitério de Maruim/SE. Bisavô de João Marcelo Prado Vilas-Boas.


DEOCLIDES MARTINS FERREIRA
Nasceu em 6 de agosto de 1862, em Rosário do Catete/SE, filho de Manuel José Ferreira e Maria da Purificação Martins Ferreira. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 23 de dezembro de 1885, defendendo a tese “Erisipela”. Radicou-se em Amparo/SP, onde faleceu em 6 de março de 1906, com 44 anos. Delegado de Polícia e Delegado de Higiene em Rosário/SE. Intendente em Rosário/SE.
DILSON DA SILVA PEREIRA
Nasceu em 8 de junho de 1929 em Salvador/BA, filho de Carlos Gentil Pereira e Francisca das Chagas Pereira. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 15 de dezembro de 1955. Atuou como médico na cidade de Tocantinópolis/GO, transferindo-se para Sergipe em 15 de março de 1964, atuando na Fundação SESP na cidade de Simão Dias. Faleceu em 18 de setembro de 1997, em Aracaju/SE, com 68 anos.

DIJAUME FRANCISCO DE LIMA
Nasceu em 10 de novembro de 1950, em Ribeirópolis/SE, filho de Durval Lima e Maria Alice Lima. Formou-se pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Federal de Sergipe em 1980. Atuou como clínico geral nas cidades de Ribeirópolis/SE e Paripiranga/BA. Faleceu em 26 de setembro de 2008, em Aracaju/SE, com 57 anos.

DJALMA CARLOS PEREIRA (DJALMINHA)
Nasceu em 27 de setembro de 1958, em Itabaiana/SE, filho de Domingos Bardel Pereira e Jalva Silva Pereira e irmão do médico Carlos Humberto Pereira (Dr.China). Formou-se pela Faculdade de Ciêncais Médicas da Universidade Federal de Sergipe em 13 de janeiro de 1984. Pediatra. Atuou nos Hospitais Renascença, João Alves Filho, Cirurgia e São José. Denomina uma unidade de pediatria do Hospital de Urgência Gov.João Alves Filho. Faleceu em 19 de abril de 1997, em Aracaju/SE, com 38 anos.

DJALMA FEITOSA FRANCO
Nasceu em 7 de agosto de 1902, em Porto da Folha/SE, filho de João Alves Feitosa Franco e Maria dos Santos Bezerra (dona Santa) e irmão do conhecido padre Jugurta Feitosa Franco. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 27 de dezembro de 1928 defendendo a tese "Prophilaxia do Ophidismo". Iniciou suas atividades em Lagarto/SE como clínico e em 1933, transferiu-se para Aracaju onde passou a trabalhar no Hospital Cirurgia, como clínico e anestesista. Foi o pioneiro da anestesia venosa em nosso Estado, com o uso de evipan sódico. Atuou como médico da Caixa de Aposentadoria dos Trabalhadores da Rede de Esgotos e na Legião Brasileira de Assistência. Faleceu em 16 de abril de 1988, em Aracaju/SE, com 86 anos. Sepultado no Cemitério Santa Isabel, Aju/SE.

DOMINGOS GUEDES CABRAL
Nasceu na Bahia em 29 de outubro de 1852. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 1875, defendendo a tese “Qual o Melhor Tratamento da Febre Amarela”. A sua tese original “Funções do Cérebro” foi rejeitada pela Congregação da faculdade “por conter doutrinas contrárias à religião oficial do Estado” e pelo seu total materialismo, inclusive preconizando que o interesse deveria ser só científico e livre das pregações bíblicas. Foi a única tese doutoral reprovada pela Faculdade de Medicina da Bahia em toda a sua história. Atuou depois de formado como clínico na cidade de Laranjeiras por oito anos, exercendo forte influência intelectual sobre os médicos republicanos, a exemplo de Felisbelo Freire. Regressou para a terra natal acometido pela tuberculose, falecendo em 27 de janeiro de 1883, com 31 anos.

DOMINGOS PORTELLA LIMA
Nasceu em 28 de setembro de 1862 em Tobias Barreto/SE, filho de Luiz Cyrillo Lima e Inácia Carolina da Rocha Lima e irmão dos doutores Carpophoro Mendonça Lima e João Cândido Lima. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 1889, defendendo a tese “Febre biliosa palustre”. Trabalhou em Vargem Grande e Ribeirão Bonito/SP. Faleceu em 28 de agosto de 1891, em Ribeirão Bonito/SP, com 28 anos.

DURVAL RODRIGUES DA CRUZ
Nasceu em 6 de junho de 1902, em Capela/SE, filho de Thomaz Rodrigues da Cruz e Clara Rollemberg da Cruz. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 1925. Médico, Senador e Deputado Federal nos períodos legislativos da Terceira República - 1937-1946. Faleceu em 12 de julho de 1971, no Rio de Janeiro/RJ , com 69 anos.

DURVAL RODRIGUES DA CRUZ MESQUITA
Nasceu em 14 de agosto de 1919, em Aracaju/SE, filho de Armando Hora de Mesquita e Clara (Clarita) Rollemberg da Cruz Mesquita, tendo se mudado depois com os pais para Salvador, onde se graduou na Faculdade de Medicina da Bahia em 13 de dezembro de 1941. Exerceu a profissão na Bahia e ligou-se ao Dr. Menandro Novaes, tendo trabalhado com empenho e correção no Serviço de Transfusão de Sangue, em atividade ligada à Hemoterapia. Faleceu em 15 de setembro de 1991, em Salvador/BA, aos 71 anos.

 

   VENDAS:

  SOMESE ( 79-3211-9357)

  LIVRARIAS ESCARIZ
  (Shopping Jardins e Riomar)

  BANCA DO MINI'GOLF


   CAFÉ DO MUSEU (79 3041-0692 )

   Pálacio-Museu Olímpio Campos-
   Pça.Olímpio Campos, s/n – Centro. Telefone:


  Sugestões de verbetes,
  correções, adendos ou críticas
.


 
Mande sua mensagem, crítica e sugestão
   
Nome
Email:
Assunto
Mensagem
Anexo
 

 Copyright©2009 – Antonio Samarone de Santana, Lúcio Antonio Prado Dias e Petrônio Andrade Gomes.
 TODOS OS DIREITOS DESTA EDIÇÃO RESERVADOS AOS AUTORES
 Proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio ou processo, com finalidade de comercialização
 ou aproveitamento de lucros e vantagens, com observância da Lei de regência.
 Poderá ser reproduzido texto, entre aspas, desde que haja expressa menção dos nomes dos autores, título da obra, editora, edição e paginação.
 A violação dos direitos de autor (Lei 9.610/98) é crime estabelecido pelo artigo 184 do Código Penal.